Programado como um evento pontual, a LESMA apresentou-se em 2021 com a realização de um Festival de Fotografia Lenta, criando durante três dias uma zona autónoma, temporária, promovendo a mostra e a partilha de saberes e fazeres no espaço centenário da Cooperativa A Padaria do Povo, em Lisboa.
Entre os dias 24 e 26 de Setembro, a LESMA apresentou um conjunto de obras (exposições, instalações e site specific works), uma feira, um ciclo de conversas, bem como um conjunto de oficinas e demonstrações disponibilizadas ao grande público de forma gratuita. O programa detalhado da LESMA pode ser revisitado aqui.
A LESMA foi criada pelas experimentalistas Sofia Silva e Paula Lourenço, com o apoio da libelinha Andreia Páscoa e contando com a colaboração de André Costa (Padaria do Povo), José Soudo (responsável pela coordenação do Ciclo de Conversas) e Lucca Tancredi (na altura estagiário na Tira-Olhos). A equipa integrou uma série de experimentalistas, que desde o início ajudaram a moldar o evento, tendo carta branca para desenvolver as suas actividades e criações. São elxs: Imagerie (Magda e Domingos), Five Historic Photography Studio (Vera e Filipe), Silverbox (Rute e Filipe), Mário Rainha Campos, Guilherme Maranhão, Luís Pavão, Alexandre de Magalhães, Miguel Duarte, Susana Paiva, João Paulo Barrinha, João Sebastian, António Rebolo, Ivan Silva, Rui Luís, Ana Marta, Emanuel Cipriano, Inês Catarino, Inês Beja e Nilden Aksoy. A Lesma agradece ainda a colaboração da Laura Palma e da Liliana Cristovão, que ajudaram a tornar a Lesma possível.
A LESMA contou com o apoio da Direção Geral das Artes, bem como da Cooperativa A Padaria do Povo, do Colectivo Tripé (Pedro Caldeira) e da Associação Oficina do Cego (Inês Cóias, Hugo Henriques e João Sebastian).
…………….A colecção integral dos posters LESMA pode ser vista aqui.

Alguns registos do que aconteceu na Lesma…

Por respeito ao carácter disruptivo e efémero da LESMA, não haverá sequelas. No entanto, dado o espírito febril que se viveu durante os dias 24, 25 e 26 de Setembro de 2021, é possível que venha daqui descendência…
Até já e obrigada a todxs xs que partilharam connosco estes dias. Foi gira a festa pá 🙂